27 de out de 2009

Fibromialgia - Meus sintomas




Estes são os sintomas que apresentei e foram todos causados pela fibromialgia.
Quando olho para esta lista interminável eu fico espantada!
Como pode um único problema de saúde causar tantos sintomas desagradáveis e que aparentemente não tem ralação um com o outro!

- Dores fortes no corpo todo (braços, mãos, dedos, pernas, pés, sola dos pés, quadril, costas, pescoço).
- Sensação de peso e inchaço nos membros.
- Rigidez no corpo ao levantar pela manhã ou depois de ficar sentada por mais tempo.
- Sensibilidade ao frio com a piora das dores quando cai a temperatura.
- Insônia e noites mal dormidas.
- Síndrome das pernas inquietas.
- Acordar pela manhã sentindo-se cansada.
- Muito cansaço o dia todo.
- Muito sono o tempo todo.
- Necessidade de ficar deitada o tempo todo.
- Fraqueza.
- Falta de energia.
- Desanimo.
- Chorava muito.
- A depressão piorou bastante.
- Aumento de peso.
- Ansiedade.
- Dores de cabeça.
- Enjôos.
- Queda de pressão.
- Tontura.
- Desequilíbrio.
- As coisas que eu pegava ou segurava caiam das mãos com muita freqüência.
- Irritação incontrolável sem motivo.
- Intolerância a barulho e sons altos.
- Dificuldade para lidar com o estresse
- Cólicas abdominais.
- Síndrome do cólon irritável (diarréias).
- Constipação (prisão de ventre).
- Empachamento depois das refeições.
- Digestão difícil.
- Queimação no esôfago e no estomago.
- Falta de memória.
- Distração.
- Esquecimento.
- Falta de concentração.
- Confusão mental.
- Sensação de picadas nas pernas.
- Síndrome da bexiga irritável.
- Infecções urinárias.
- Pele sensível, principalmente no rosto e pescoço.
- Sensação de olho seco.
- Caminhava com dificuldade.
- Pressão no peito.
- Dor no maxilar e nos dentes.
- Bruxismo (apertar e ranger os dentes durante o sono).
- Zumbidos nos ouvidos.

Atualmente estou em tratamento e muitos destes sintomas não tenho mais, alguns persistem e outros aparecem de vez em quando nas crises e nas recaídas.
O que anda me incomodando muito é o cansaço, a falta de energia e o desanimo, estes três problemas são freqüentes, me prejudicam demais e estão tornando minha vida bem difícil.
O texto acima é de minha autoria.

* * * * * * *

8 comentários:

  1. Oi Cristina, vim visitar o seu blog, liessa matéria e te garanto que pelo menos 80% desses sintomas eu tenho sim. Tenho tentado tratar de alguns deles e tenho conseguido tbem. O cansaço é o pior. Mas superamos... Bjo grande
    Samara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Samara.
      Bom saber que está conseguindo lidar com as dificuldades que precisam mesmo ser superadas!
      Muito obrigada e bjs

      Excluir
  2. olá,

    acho q toda minha vida tive sintomas da doença, desde menina. quando engravidei com 22 anos senti dores terriveis na costas, pernas, cansaço. hoje tenho 45 anos e a doença piorou muito, principalmente em razão da profissao que escolhi, de muito estresse. as pessoa acham que eu exagero nos sintomas, mas eu sei que levantar todo dia e exercer minhas atividades me faz uma grande heroina. sou feliz apesar da muita dor que sinto o tempo todo, pois nao permitirei ser vencida por ela. susy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Susy.
      O estresse realmente é um veneno para nós e pode piorar muita os sintomas!
      Parabéns por não se deixar abater pelo sofrimento.
      Obrigada por comentar
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Cristina também sinto tudo isso há dois anos mas não sabia do que se tratava, minha família não me leva a sério acham que é frescura, mas devido ao aumento dos sintomas cada vez mais serios eles e eu começamos a perceber que se trata de algo realmente sério.Ainda não fui ao médico, mas vejo que realmente preciso de tratamento.Obrigada pela atenção. Te desejo muita saúde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Laudineire. Fiquei por quatro anos sem saber que todos os meus sintomas vinham de uma síndrome! Encontrei preconceito de todos os lados, então procuro nem comentar com as pessoas. Minhas conversas e desabafos são através do blog e de redes sociais onde converso com pessoas que tem o mesmo problema, isso me ajuda muito, vejo diversos depoimentos, experiências e informações importantes que podem ajudar. Procure tratamento sim, vai fazer vc se sentir melhor. O ideal é passar com uma equipe multidisciplinar (reumatologista, psicólogo, psiquiatra, fisiatra, fisioterapeuta). Já ouvi dizer que acupuntura ajuda muito com o problema das dores. Desejo-lhe sorte e melhoras. Será sempre muito bem vinda e obrigada por deixar seu comentário. Abraços

      Excluir
  4. A fibromialgia tem me prejudicado muito há mais de 25 anos.
    Os sintomas emocionais e cognitivos tem me incapacitado de trabalhar .
    Fico prostrada dia e noite.
    A cognição muito prejudicada e as funções executivas de planejamento, execução e avaliação também.
    Você diz que está melhor com tratamento, qual ou quais tratamentos você faz que está melhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Flor.
      Não vou mencionar o nome dos medicamentos que me receitaram porque como autora do blog posso ser mal interpretada e ser acusada por estar indicando remédios.
      Quando iniciei o tratamento o psiquiatra receitou dois antidepressivos e um deles era do tipo tricíclico que aumenta a quantidade de neurotransmissores como Serotonina, Dopamina e Noradrenalina, este ajudou muito na minha melhora, mas eu me sentia estranha e assim que melhorei um pouco pedi para suspender a medicação por causa dos efeitos colaterais.
      Além dos medicamentos fiz muitas sessões de fisioterapia principalmente nas crises. Me consultava com reumatologista, psiquiatra, fisiatra e fisioterapeuta.
      Comece se consultando com um reumatologista, é o melhor especialista para tratar fibromialgia. O bom mesmo é passar com uma equipe multidisciplinar.
      Muito obrigada por comentar e retorne para dizer se melhorou.
      Grande bj

      Excluir

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...