25 de mar de 2011

Ansiedade e Depressão

Eu tenho depressão e vivo procurando matérias interessantes sobre o assunto.
Quanto mais eu souber sobre ela, mais fácil ficará para eu me defenfer desta grande e feroz inimiga.
Encontrei uma matéria que fala dos quadros de ansiedade que podem levar a depressão, assim como a depressão pode levar a ansiedade, ou ainda que o estresse pode se levar à ansiedade, que em seguida evolui para depressão.
Na correria do dia a dia quem não fica ansioso?
A matéria abaixo ainda diz que 65% das pessoas com ansiedade apresentam sintomas de depressão.
O texto acima é de minha autoria.


Ansiedade e Depressão
O que há entre elas?

Muito embora os atuais manuais de classificação de doenças mentais tratem separadamente os quadros ansiosos dos afetivos, pesquisas e autores têm se preocupado em estabelecer relações entre esses dois estados psíquicos. Kendell (1983), ao longo de cinco anos de observação constata que o diagnóstico de Depressão passa para Ansiedade em 2% dos casos e, no sentido contrário, da Ansiedade para a Depressão em 24% dos casos.

Continuem lendo esta matéria interesante no link abaixo:

8 comentários:

  1. Cris, comentando aqui tb o q eu já escrevi lá no face...
    Vc sempre arrasando! Muito boa a matéria! A pessoa loira aqui, q é poooouco ansiosa, tá se identificando total... rs...
    O site tb é bom né? Já guardei aqui pra depois eu fuçar mais nele, adorei!! Obrigada por trazer sempre coisas boas assim pra gente! ;o)
    Bjão!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dani. Pois é, quem é que não tem alguma coisa de ansioso? Eu também adorei o site, tem muita coisa para ver e que pode nos ajudar a entendermos melhor estas nossas cabecinhas complicadas! Obrigada e mil bjs pra você!

    ResponderExcluir
  3. Cris, eu tomo remédio para depressão, fibro, e sindrome do pânico, que é mais forte que a ansiedade. No começo era depressão ansiedade e dor. Com o tempo tudo piorou... Depois de muito tratamento fiquei bem, mas não paro de tomar os remédios.
    Adorei teu blog! Me sinto em casa aqui.
    Feliz semana!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Arena. Estou em tratamento desde 2008 e se parar com o antidepressivo fico péssima. Quando descobri a fibro eu estava caminhando para a síndrome do pânico também, estava começando a ter os sintomas, mas eles foram regredindo lentamente quando comecei o tratamento!
    Obrigada pelas palavras. Será sempre bem vinda! Boa semana para vc também!
    Mil bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que esses igredientes fazem parte da receita de viver a vida e são subprodutos do funcionamento da nossa mente. Quem tem o problema sabe o quanto pode ser inabilitante essas doenças. Eu também penso que a nossa necessidade de achar rótulo para tudo pode alimentar ainda mais a nossa tendência ocidental a cronificar uma patologia, talvez fosse hora de aprendermos com os orientais a buscar uma integração, corpo e mente não estão separados e na procura das respostas neste todo, talvez possamos vislumbrar que simplesmente estar presente já basta. Complexo...ao mesmo tempo muito simples. Força na peruca e desculpa o tamanho do comentário: se vc está bem eu tb. estou, a parte é o todo! beijão da Pa!

    ResponderExcluir
  6. Oi, PA.
    Bom ver vc por aqui!
    Respeito muito sua opinião, principalmente por você ser uma grande conhecedora das fraquezas de nossas cabeças!
    Tenho percebido que, estando sozinha ou acompanhada, preciso estar sempre bem centrada em mim e também me manter alerta quanto ás minhas emoções. Fazendo isso, tenho conseguido manter algum controle sobre elas, estou conseguindo diminuir um pouco os meus medos exagerados e também consigo perceber quando algum sentimento ou pensamento está me levando a algum sofrimento exagerado (anciedade, depressão, tristeza, preocupação). Evitando dar total vazão às minhas emoções estou conseguindo diminuir um pouco meu sofrimento relacionado aos sintomas da fibromialgia.
    Apesar do meu esforço, nem sempre consigo isso. Dependendo da situação em que estou, não consigo controlar coisa alguma.
    Adorei seu comentário!
    Beijos para você!

    ResponderExcluir
  7. ola meu mome e maria tenho visao monocular, fibromialgia,ansiedade depressao,sinto muitas dores no corpo e saber que nao tem cura fico trite,mas aceito porque nao vai mim levar a morrte.Aceito comentarios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria.
      Como diz uma amiga de fibra:
      "Fibromialgia não mata, mas avacalha".
      Nunca esqueço desta frase, pois é muito verdadeira! Sinto que vivo pela metade, mas não me revolto mais, apenas enfrento! Mil bjs e força

      Excluir

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...