12 de mar de 2010

Fibromialgia e sexo... Escrever sobre ele ou não?

Porque não?
Aqui todos são adultos, maduros e equilibrados. Menos eu.
Vivemos em sociedade e a coisa mais fácil é julgar, o difícil mesmo é se colocar no lugar do outro.
Em outros tempos, eu me sentiria insegura para escrever sobre sexo, mas agora estando mais madura é mais fácil, para eu me sentir menos vulnerável é só deixar claro que não estou interessada em encontrar outra pessoa. E também não vou escrever nada de mais.
Acham que estou muito preocupada? Talvez.
Muitos não se preocupam com o que estão escrevendo, deveriam pensar melhor porque toda e qualquer atitude, por mais simples que seja, tem suas conseqüências.
Abordarei o tema com fibromialgidade (acabei de criar esta) e não com sensualidade.
Não tenho estado muito entusiasmada pelo tema sexo, porque depois da aventura são pelo menos três dias com dores mais fortes e em diversos lugares.
Para os fibromialgicos é assim, sexo tem preço!
Depois de estar por alguns momentos/horas (Nossa! Será?) em puro estado natural, livre e instintivo, e não sem dificuldade quanto á grandes performances, tenho que enfrentar o inevitável dia seguinte.
A pele pode estar linda e radiante, mas o corpo, um lixo!
Dói quase tudo! Dói o quadril, as pernas, os ombros, os braços, o pescoço e as costas, esta última nem precisaria mencionar porque dói todos os dias.
Só não doem os olhos, o nariz, a boca, as orelhas, o cabelo, e tem mais o desconforto da fraqueza que sinto nos braços.
Vou usar uma frase que já ouvi. Não se preocupem, estou bem, só dói quando respiro!
De todos os sintomas da fibromialgia, a dor é o pior.
Dor nunca é bom, mas neste caso até vale a pena!
O texto acima é de minha autoria.
Querem ler um texto interessante?
“O menino de mim”
Está no blog de um jovem poeta http://daviroballo.blogspot.com/
Eu achei lindo! Tem muita sensibilidade e é forte.
Parabéns Davi Roballo

6 comentários:

  1. Gostei, e uma grande verdade, mas nem vontade eu sinto, para ter preço o sexo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ana. É um grande prazer tê-la lendo meu blog! Pois é... Quando escreví este texto, eu ainda sentia alguma vontade! Agora estou como você e repetirei as suas palavras. Nem vontade eu sinto! Obrigada pela visita e por deixar seu comentário. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu sinto, faço e pago. E não tenho vergonha disso. Meu namorado não tem ideia desse preço. Aliás, ninguém tem. Mas é dos raros momentos em que eu nem lembro da dor. Então eu pago. Pago com prazer!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Yara
    Que bom!
    Não é para ter vergonha mesmo! Estamos aqui neste mundo para ser feliz e devemos fazer o possível para que assim seja.
    Obrigada por comentar e deixar seu depoimento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu sofro de tantas dores que nem tenho como enumerar, no entanto sexo é para mim um remédio santo... A poucos dias perdi minha bolsa com meu remédio(que é fórmula e controlada)sendo um sábado fiquei alguns dias sem e a única coisa que me fez relaxar foi o sexo...

    ResponderExcluir
  6. Olá, Janete.
    Nem me fale em ficar sem meu medicamento... Nossa!
    Por um bom tempo eu fiquei fugindo de sexo e isso me causou alguns probleminhas pessoais, mas agora já está tudo bem.
    Sorte a sua por não ficar mais dolorida após fazer sexo. Que maravilha!
    Abraços

    ResponderExcluir

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...