21 de fev de 2010

Fibromialgia: A dor me deixa "engessada"


Onde estará ela? Para onde terá ido a minha companheira inseparável?
Hoje a dor resolveu tirar uma folga!
São 23:00h e não tenho dor.
Estou super feliz porque hoje consegui arrumar toda a minha casa.
Faz um bom tempo que não consigo fazer isso em um só dia. Normalmente eu só consigo terminar tudo em dois dias e com muito sofrimento. E depois desse calvário, além do cansaço, eu sinto muitas dores e fico “engessada” por uns dois dias.


Depois, levei meus dois cãezinhos para tomarem banho no petshop e a noite ainda fui à  uma festa de aniversário.
Jamais consigo fazer isso tudo no mesmo dia e o mais incrível é que não foi sofrível! Estou muito cansada, como sempre tem sido, mas não sinto dores insuportáveis.
Porque? Não sei.
Já queimei meus neurônios para tentar descobrir qual foi a mágica, para poder repeti-la amanhã, e depois, e depois, e depois... Para assim, não sentir mais as dores que tanto incomodam.
Será que descobrirei este mistério?
O texto acima é de minha autoria.
 
Encontrei uma poesia que fala de cansaço e fraqueza.
Eles fazem parte de uma lista interminável de sintomas que uma pessoa com fibromialgia pode apresentar.

É deste site

O Cansaço e a Esperança
Ando me sentindo cansada,
e o cansaço me tira as forças.
Isso, de fato, é se cansar?
Andar e não chegar a lugar algum?
Até quando?
Até quando devo esperar?

A esperança no meu coração, se adia.
Dia após dia, espero.
E espero... e espero... e espero.
Logo, é noite.
Adormeço.

Se faz dia, outro dia.
Tudo de novo, outra vez.
O cansaço continua, a fraqueza também.
Mas decido continuar esperando...
Quem sabe, um dia,
esse mal se transforma em bem?

Cláudia Banegas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...