7 de out de 2010

A alegria durou pouco


Ontem foi um dos dias mais felizes que tive nestes últimos meses.
Por quê? O motivo é banal para a maioria das pessoas, mas não para mim. Senti-me como uma adolecente ganhando a liberdade da rua. Eu estava saindo de casa sem medo, sem as preocupações de sempre e me senti muito feliz por isso!
Nunca é assim! Para mim rua é sinônimo de dor! Essa felicidade toda era por saber que não sentiria frio, nem dor nos ossos do rosto, um lugar onde não posso me proteger com a roupa, e por saber que depois de ter saído não sentiria dor de cabeça por dias seguidos!
Eu estava me sentindo leve como um passarinho e não estava tensa. O dia estava lindo e perfeito para mim. Tinha sol, não estava frio e também não tinha vento.
Fiz quase tudo o que pretendia e mais um pouco. Fui atrás de algumas coisas, comprei uma encomenda, a longa fila para apostar na Mega não me incomodou (se eu sumir é porque ganhei) e até fiz as unhas num salão que é uma coisa raríssima, sempre faço as unhas em casa, mas é claro que não fica bom.
Quando voltei para casa, eu continuava enpolgada e levei meus dois cãezinhos para um pequeno passeio, isso é uma coisa que fico devendo para eles todos os dias. Eu senti a felicidade deles no fundo da minha carne! São animaizinhos e mais do que eu, eles precisam da rua, do sol, de sentir cheiros, de outros cães e de ganhar carinho de outras pessoas. Isso eles adoram, são lindos e chamam muita atenção, sempre tem gente que quer fazer carinho neles e essa é a maior alegria deles!
Agora vem o mais impressionante! Depois de fazer TUDO isso, que para mim é MUITO, eu ainda tive forças e entusiasmo para cuidar de boa parte da minha casa! Digo que é impressionante porque sempre que volto da rua não tenho mais energia para nada.
Acho que consegui fazer tudo o que fiz por estar me sentindo muito feliz. Feliz por ter saído de casa, por não ter sentido frio e nem dor. É claro que alem do clima estar perfeito para mim, a dose certa do antidepressivo também teve sua influência nisso.
A alegria durou pouco porque no inicio da noite comecei a sentir dor de cabeça, dor no rosto e congestão nasal e sabem por quê? Simplesmente porque dentro da farmácia que entrei, estavam no teto, duas fileiras de enormes monstros agitados que olhavam ameaçadoramente para mim. Eram gigantescos ventiladores que estavam ligados a todo vapor! Naquele momento, eu sabia que aquilo poderia me fazer mal, mas eu era a única no mundo que queria aqueles monstros desligados e como não tinha escolha e estava muito feliz procurei não pensar nisso.
Moral da historia, mais uma vez, sair para a rua me fez mal!
Hoje é outro dia e não tão feliz. Estou com um pouco de dor de cabeça e muita dor no corpo.
Há um bom tempo atrás, o reumatologista tinha pedido para que eu começasse a andar por pelo menos quinze minutos por dia e ir aumentando este tempo gradativamente, isso melhoraria meu condicionamento físico e ajudaria a diminuir os problemas da fibromialgia. Andar é um hábito saudável e necessário para todos, não só para mim.
Eu era uma andarilha! Nos finais de semana, eu saia e andava por horas, voltava para casa exausta, mas me sentia super bem. Tornei-me sedentária depois que a depresão mostrou sua cara e piorei ainda mais depois que adquiri a Síndrome da Fibromialgia.
Seguindo a recomendação médica, para fazer alguma atividade física, comecei a ir para uma academia fazer alongamento, esteira e musculação com o mínimo de peso, mas fui poucas vezes, porque fiquei muito resfriada por causa da friagem que enfrentei pela manhã. Quando melhorei, voltei a ir novamente, mas logo precisei parar denovo, mas desta vez parei por outro motivo que relatarei em outra hora.
Eu me pergunto como sair de casa sabendo que vou sentir dor por causa do frio e que depois ainda posso ficar doente? A palavra, odeio, é muito feia, mas eu ODEIO o frio, é péssimo para mim, me faz ficar enclausurada e com medo de sair. Fico tão presa em casa, que nas raras vezes em que saio, quando as poucas pessoas com quem converso me vêem, elas dizem: Você está sumida! O que houve? Já ouvi isso milhares de vezes. Confesso que fico sem saber o que responder por que se disser a verdade, com certeza serei mal interpretada, já que é comum do ser humano fazer pré-julgamentos!
Esse enclausuramento me faz muito mal porque piora a depressão e os sintomas da fibromialgia. Apesar de enclausurada, não pensem que me sinto só, gosto de ficar sozinha e não fico totalmente só porque tenho a agradável companhia dos meus queridos cãezinhos. Detesto o inverno e não gosto de dias nublados, na verdade gosto só do verão, gosto de sol, de poder abrir a casa e saber que não sentirei o frio e nem o vento gelado. Sei que tudo isso é necessário, o vento, chuva, frio... Mas ultimamente tem me feito mal.
Já ouvi alguns otorrinos dizerem que tomar gelado não faz mal e que isso não existe. Só que para mim faz mal! Não importa se está frio ou calor, se eu tomar algo gelado, um sorvete ou até mesmo comer uma fruta gelada, coisas que muitas pessoas fazem normalmente, posso me preparar que vem “chumbo”! A maldita dor de cabeça! Eu gostaria de acabar com isso, mas como faço para dizer a um médico o que estou sintindo se eles dizem que isso não existe?
"Quanto mais conheço os homens mais admiro os animais"
Não sei quem é o autor desta frase, mas depois que perdi minha “inocência” passei a achá-la perfeita.
Nós nos consideramos inteligentes, mas é uma inteligência burra que destrói TUDO. Tudo é muito? Mas é isso mesmo! Os animais são puro instinto e são perfeitos. Sinceros como são as crianças, crianças que depois de adultas passam a destruir tudo. Somos inteligentes tão burros e egoístas que destruímos tudo o que necessitamos para sobreviver e até o que amamos ou o que nos ama...
Sinto-me privilegiada por ter duas destas criaturinhas perfeitas vivendo comigo, eu só gostaria de poder fazer mais por elas!
Hoje está frio, não tem sol, começou a chover, está ventando muuuuuito e continuarei enclausurada... Até o verão chegar... E assim eu vou indo...
O texto acima é de minha autoria, exceto a frase perfeita.

Um comentário:

  1. CRIS, QUERIDA!!!!!!!!!!!!!!
    CHOREI DE ALEGRIA POR TI, AMIGA!
    QUE DIA LINDO, QUE MOMENTO LINDO DE VITÓRIA DA ALMA LINDA QUE ÉS!
    DEUS TE ABENÇOE!!!!
    CHEGO A SAMPA AMANHÃ.
    BEM UM TANTO TRISTE POIS, NÃO PODEREI VÊ-LA, NÃO É MESMO?!
    H-E-L-L-O, LELITZ!
    JÁ OUVIU FALAR NUM CARA CHAMADO GRAMBELL, BONITINHA!
    TE LIGO AÍ, OK?!
    FELIZ POR TI, POR DEMAIS!
    BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!
    ICH!LEVO RASPINHAS DE LIMÃO...
    PARA O MÊS, ADOÇO, PODE CONTAR!
    LELA

    ResponderExcluir

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...