2 de jan de 2011

Quem, quando, onde, como e por quê?


A dor chegou e me trouxe a vontade de fazer meus dedos trabalharem.
Nem todas as pessoas têm consciência de que carregamos conosco toda a carga dos nossos atos, das palavras ditas, boas ou más, e que responderemos por tudo o que fizermos e essa responsabilidade é muito maior do que imaginamos. Não realizamos coisas ou tomamos certas atitudes e fica por isso mesmo, tudo tem uma conseqüência e isso fica gravado em nós como uma marca.
Todos nós estamos aqui por algum motivo e temos nossas dívidas a saldar, por isso faremos algumas pessoas felizes e outras tristes, assim como nos farão extremamente felizes ou infelizes.
Como podemos evitar certas coisas já que todos têm contas a saldar?
Na maioria das situações em que estamos podemos fazer nossas escolhas. Essas nossas escolhas estão ligadas com as dividas que temos a saldar?
Todas as pessoas têm a impressão de que nada acontece por acaso. Então somos nós que fazemos nossas escolhas ou somos colocados em determinadas situações porque devemos estar lá e precisamos passar por aquilo?
Fico triste ao pensar que as pessoas que me prejudicaram de alguma forma sofrerão em algum momento por causa disso. Meu sofrimento pode estar sendo causado por alguma coisa que fiz, nesta vida ou em outra, e necessito das lições e dos aprendizados que estou vivendo. Nunca terei uma explicação do porque preciso estar em determinada situação. Tudo isso é muito confuso.
Todas as grandes decisões da minha vida foram tomadas pensando apenas no melhor, mas nem sempre foram as escolhas mais acertadas. E assim a vida vai seguindo cheia de altos e baixos.
Em certas épocas, você pensa que não existe felicidade maior neste mundo, do que aquela que está sentindo naquele momento da sua vida e tem a sensação de que agora está no caminho certo, de que isso é que é viver e que ser feliz é o que todo mundo merece. Em outros momentos da vida, você pensa que não deveria estar passando por determinadas situações, e vivendo experiências pelas quais nunca imaginou que passaria e que não foi isso que planejou para sua vida. Que lições tirar de tudo isso se não sabemos por que temos que estar em determinadas situações?
Pensar que estamos passando por alguma adversidade por nossa culpa, fica muito difícil, porque nem sempre temos o total controle das situações e tudo não depende unicamente de nós. Por tudo isso, penso que devemos viver fazendo o possível para não causar nenhum mal a ninguém e isso não é muito fácil, já que não somos perfeitos e também não temos controle sobre os atos das pessoas que cruzam nosso caminho. Todas as ações causam uma reação e uma conseqüência.
Sinto que não deveria estar aqui e sempre me faço algumas perguntas. O que estou fazendo aqui? O que vim fazer aqui? Por que estou aqui? O que quero fazer aqui?
O que é a vida? Trabalhar, ganhar dinheiro, namorar, ter filhos, casar, ouvir música, passear, estudar, se divertir, realizar desejos...
Muitas vezes a vida me parece um vazio sem fim...
Apesar dos meus 48 anos ainda não me encontrei. Será que é preciso se encontrar, ou é só viver um dia atrás do outro?
A maioria tenta encontrar essas respostas em alguma religião. Se sentirem-se felizes assim, tudo bem! Não critico! Cada um sabe o que é melhor para si.
Para mim, isso me parece simples e cômodo demais!
O texto confuso acima é de minha autoria.

4 comentários:

  1. Oi Cris,
    Realmente... tudo é muito confuso. Tb me pergunto o q faço aqui, neste mundinho... quase 33 anos, sem poder trabalhar por causa da fibro, o q posso esperar do futuro? Aliás,olho pra frente e nem vejo nada... mas enfim, é o q vc comentou, será q tenho culpa de algo? Já q dizem q nada acontece por acaso... tento encontrar um propósito nisto tudo, a tal lição desta história toda... ainda consegui...
    Mas é ano novo, a esperança dá uma renovadinha...e aí, quem sabe...
    Bjão pra vc! ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Daniela.
    Sei que não é época para estar deste jeito, já que estamos de ano novo, é que hoje as dores me pegaram mais forte e aí aflorou essa chuva de perguntas que vivo me fazendo.
    São seqüelas emocionais que espero superar um dia.
    Tenho esperança de que este ano eu consiga me sentir mais feliz.
    Para tentar melhorar da fibro, uma coisa que vou fazer, é mudar minha alimentação radicalmente. Dizem que carboidrato é péssimo para nós e é o que vivo comendo o tempo todo! Obrigada por comentar. Mil bjs

    ResponderExcluir
  3. É mesmo Cris? Como bastante carbo tb... adoro...rs
    Vou me informar sobre, valeu pela dica! Bjão!

    ResponderExcluir
  4. É Daniela, acho que estamos nos envenenando de mancinho! Não me lembro onde lí a respeito, vou ver se encontro e farei uma postagem sobre isso. Bjs

    ResponderExcluir

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...