20 de mai de 2009

Fibromialgia - Sintomas

Esta é a segunda postagem sobre Fibromialgia.
Além destas, tenho muitas outras informações sobre a síndrome.
Vou postá-las assim que possível.

Não deixem de visitar os sites que relacionei no final desta postagem.



Sintomas da fibromialgia

Os sintomas da fibromialgia podem variar, dependendo do clima, estresse, atividades físicas ou até mesmo período do dia.
Os sintomas mais comuns da fibromialgia incluem:

Dor difusa. A fibromialgia é caracterizada por dor em regiões específicas do corpo quando pressionadas. A dor geralmente persiste por meses e pode ter intensidade de moderada a intensa. Os pacientes que sofrem de fibromialgia tendem a acordar com dores no corpo e com rigidez. As sensações dolorosas podem ser expressas como sendo do tipo: pontada, latejamento, fisgada, queimação, sensação de peso, rigidez entre outras. Os pacientes apresentam dificuldade na localização precisa do processo doloroso. Alguns têm a impressão de que ela ocorre nos músculos, outros nas articulações, enquanto uma parte relata que a dor se localiza nos ossos ou "nervos". Uma grande parte dos pacientes se queixa de dor difusa, referindo-se à dor com expressões do tipo: "dói o corpo todo" ou "dói tudo". A dor melhora durante o dia e com freqüência aumenta novamente durante a noite, A dor pode aumentar com os exercícios, o frio, o tempo úmido, a ansiedade e com o estresse. Os locais mais comuns de dor e desconforto na presença de fibromialgia correspondem a vários pontos sensíveis, parte posterior do pescoço, ombros, esterno, parte inferior das costas, quadril, canela, cotovelos e joelhos. Geralmente iniciam em uma região, particularmente nos ombros e pescoço, tornando-se generalizada depois de certo tempo.



Dificuldade de movimento. Freqüentemente a dor é acompanhada por dificuldade de movimentar a região afetada, causando uma restrição do movimento completo.

Fadiga (Síndrome da Fadiga Crônica). A fibromialgia leva uma sensação de cansaço crônico, como se o corpo não estivesse completamente repousado. Aproximadamente 90% dos portadores de Fibromialgia, sentem um cansaço, às vezes referido como fraqueza, perda de energia para as atividades de vida diárias, intolerância à atividade física e sensação parecida com a de estarem resfriados. Ocasionalmente, o sintoma de fadiga é mais evidente que a dor.

Insônia ou sono não reparador. Os distúrbios do sono estão fortemente relacionados com a sensação de fadiga e cansaço, pois os portadores de fibromialgia carecem de um sono restaurador, O paciente acorda de manhã cedo com a sensação de que dormiu mal, não descansou durante a noite e já amanhece cansado.

Intestino irritável. (Síndrome do Cólon Irritável). Constipação, diarréia, dor abdominal e gases são comuns. As dispepsias são comuns em pacientes com fibromialgia e podem apresentar sintomas do sistema digestivo alto. Os mais freqüentes são a dor no estômago, dificuldade de digestão, dificuldade de engolir e a sensação de empachamento (lentificação do trânsito do bolo alimentar). Estes sintomas são desencadeados por estresse na maioria das vezes.

Dor de cabeça
(de caráter tesional ou do tipo enxaqueca) e na face, além de tensões na nuca e ombros. A disfunção temporomandibular, que afeta a mandíbula e os músculos próximos também é comum em pessoas com fibromialgia.





Sensibilidade aumentada. Sintoma comum é a sensibilidade aumentada ou intolerância a ruído, toque, luz ou odor.


Movimento involuntário das pernas durante o sono. (síndrome das pernas inquietas).

Irritabilidade na bexiga (Síndrome Ureteral). Os pacientes queixam-se de aumento da freqüência para urinar, na ausência de infecção urinária.

Inchaço das mãos e dedos arroxeados em ambientes frios (fenômeno de Raynaud). Sensibilidade ao frio e sensação de parestesias (formigamento) em mãos e pés são comumente relatados.

Rigidez do corpo, particularmente ao levantar, após períodos de repouso prolongado ou mudanças climáticas.

Hipotensão arterial ou "pressão baixa". Os níveis de pressão arterial estão abaixo do normal. A pessoa pode apresentar episódio de tontura ou escurecimento visual, sudorese, náusea e extrema fadiga no dia-a-dia. A presença deste fenômeno pode se relacionar com um dos sintomas mais comuns da fibromialgia – a fadiga.

Distúrbios de humor. As alterações no humor são comuns na Fibromialgia. Resultam em quadros de ansiedade e / ou depressão. Estas manifestações variam de indivíduo para indivíduo. Os pacientes se sentem desanimados e sem motivação. A depressão piora os sintomas dolorosos e a dor piora a depressão, tornando-se um ciclo vicioso. Sintomas depressivos pioram muito a qualidade de vida do paciente, 50 a 60% dos pacientes apresentam, apresentavam ou apresentarão depressão. A ansiedade e irritabilidade são muito comuns na Fibromialgia. Na maioria das vezes são conseqüências da dor crônica. Alguns sintomas da Síndrome do Pânico também podem acompanhar a Fibromialgia.

Dificuldade de concentração e déficit de memória. Dificuldade de atenção e de executar tarefas comuns. Estas manifestações são comuns em outras doenças que também incluem distúrbios do sono e do humor. Não há evidências de que esses problemas se tornem mais sérios com o decorrer do tempo.

Sintomas ginecológicos. É comum a paciente com Fibromialgia ter cólicas no período menstrual e dor durante a relação sexual. Algumas pacientes têm dor ao urinar, perdas urinárias com esforço, tosse ou espirros e urgência para urinar. Estes sintomas devem ser avaliados, diferenciados e tratados.

Pele e circulação sanguinea. Na Fibromialgia, a sensibilidade da pele e dos vasos sangüíneos para mudanças de temperatura, pode modificar temporariamente a coloração da pele e a sensação de inchaço.

Palpitação e falta de ar. Alguns pacientes podem referir uma sensação de aumento da velocidade das batidas do coração, falta de ar e um peso no peito que não são relacionados a esforço físico. Estes sintomas estão relacionados ao descondicionamento físico e aos distúrbios de humor principalmente.

Outros sintomas são referidos como os tremores, zumbidos, vertigens, boca e olho seco, bruxismo, sensibilidade a alguns alimentos e medicações, gastrite, cólicas abdominais entre outros.



Não deixem de dar uma passadinha por estes sites!

http://adoratual.wordpress.com/category/o-que-e-fibromialgia/
http://www.bancodesaude.com.br/fibromialgia/fibromialgia
http://adam.sertaoggi.com.br/encyclopedia/ency/article/000427.htm
http://www.fibromialgia.com.br/
http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=1257
http://www.clinicagoldenberg.com.br/fibromialgia.asp?areaid=3
http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/2752
http://www.cibersaude.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...