12 de jul de 2009

Depressão e fibromialgia


Aqui vai um alerta!
Observe esta lista de episódios que aconteceram comigo, eles foram surgindo aos poucos, e cada problema foi causado pelo anterior! Uma verdadeira bola de neve.
- Depressão
- Sedentarismo
- Aumento de peso
- Síndrome da Fibromialgia
- Menopausa
- Osteoporose

Leia meu depoimento e permaneça alerta. Preste mais atenção as suas sensações e ao seu corpo, e zele também por seus familiares e amigos!
Tenho depressão desde que tinha mais ou menos 35 anos. Era uma depressão leve que não me incomodava muito por isso não me preocupei em tratar. A sete anos atrás, quando parei de trabalhar, ela passou a piorar e não procurei tratamento.
A piora da depressão causou em mim muitos sintomas desagradáveis como o desânimo, tristeza sem motivo acompanhada de muito choro, indisposição, muito sono, infelicidade, vontade de sumir (morrer), isolamento, sensação se inutilidade e apatia. Os dias perderam o colorido e a vida ficou cinza e sem graça.
Todos esses sintomas me levaram a inatividade e tornei-me uma pessoa sedentária, o que causou um aumento de peso, problema terrível responsável por abalar as estruturas de qualquer mulher. No total engordei dez quilos, o que é muito para uma pessoa de estatura baixa. Isso ajudou a aumentar ainda mais minha infelicidade porque sempre fui muito vaidosa e não consegui mais voltar ao meu peso ideal com o qual me sentia bem, bonita e disposta.
A depressão, o sedentarismo e o estresse me levaram a desenvolver a Síndrome da Fibromialgia, alem dos sintomas desagradáveis da depressão, passei a sentir as dores terríveis causadas pela fibromialgia, passei quatro anos com as dores antes de descobrir essa síndrome.
Como conseqüência de tudo isso, estou apresentando uma menopausa precoce, estou com 47 anos e nas mulheres da minha família ela veio mais tarde.
A menopausa precoce não me abalou, o que me deixou surpresa e preocupada foi o surgimento de uma futura osteoporose. O exame de densitometria óssea mostrou que estou a um passinho dela, tenho que me cuidar rápido porque sou branquinha o que aumenta mais as chances de desenvolver o problema. No meu caso, o que está me levando em direção à osteoporose é o sedentarismo, a fibromialgia e a menopausa.
Agora tenho que resolver a questão da reposição hormonal que soluciona ou retarda a osteoporose, mas que pode causar outros problemas e o mais grave deles é o câncer. Vou conversar com todos os médicos que estão me acompanhando para ver qual a opinião de cada um, também vou ler mais a respeito para depois tomar alguma decisão.
Pelo que andei lendo, é como uma faca de dois gumes, ou você fica bem, bonita, feliz, e retarda o envelhecimento, mas corre o risco de desenvolver outras doenças; ou você envelhece, sente-se cansada, perde a libido, se deteriora mais rápido, convive com a osteoporose, mas não corre o risco de desenvolver o câncer, que é uma doença que ainda assusta muito.
Por conta de tudo isso, digo a todos vocês para não seguirem meu exemplo. Não façam como eu que esperei chegar ao fundo do poço para depois procurar ajuda e tratamento.
Desejo a todos, muita saúde, porque o restante a gente sempre resolve.
O texto acima é de minha autoria.
* * * * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...