19 de jul de 2009

Gripe suína ou A(H1N1)


Minha garganta deve ser sensível porque quando criança eu tinha dor de garanta com muita frequência e estes dias, mais uma vez, me vi com a dita cuja. Começou a doer na sexta e no sábado estava insuportável! Minha sorte é que não infeccionou só estava vermelha e ardendo muito!
Não gosto de me automedicar, então fui ao pronto socorro. Sempre que temos algum probleminha, nós vou ao P.S. do Hospital 9 de Julho que fica próximo da minha casa.
Eu já estava psicologicamente preparada para esperar bastante, mas para meu espanto fui atendida relativamente rápido. Passei por um otorrino que receitou um antiinflamatório básico e algo para diminuir a dor.
Como este hospital faz parte da lista dos que estão preparados para atender a Gripe A(H1N1) aqui em São Paulo, não pude perder a oportunidade de perguntar ao médico como estava a situação, e para meu espanto ele olhou para mim com cara de preocupação dizendo que já têm muitos casos de pessoas infectadas e que não está mais sendo feito nenhum exame individual específico porque a coisa já se espalhou mesmo, ou seja está fora de controle!!!
Devo ter sido atendida logo, não por causa dos “meus lindos olhos azuis”, mas porque estão priorizando os atendimentos relacionados aos sintomas de uma gripe.
Não preciso dizer mais nada não é? A coisa está feia mesmo!!!
Saí de lá meio anestesiada com a informação. Não é fácil constatar que estamos em perigo e que não podemos fazer muita coisa a respeito.
Portanto é fundamental que neste momento evitemos ao máximo nos expor a qualquer tipo de aglomeração, só mesmo se for impossível fugir a isso!
Não temos filhos, mas foi inevitável eu pensar nesta juventude incontrolável que não ouve mais os pais e que estão se expondo a este vírus implacável nas baladas ou em outra situação de risco. Quer maior aglomeração que uma balada?
Quero deixar bem claro que não tenho nada contra balada, também já fui jovem e também já gostei de me reunir aos amigos para me divertir, isso faz parte da evolução de um ser humano, só acho que neste momento deve ser evitado temporariamente qualquer tipo de aglomeração para o bem de todos!
O texto acima é de minha autoria.

As informações abaixo encontram-se neste site:
Neste link vocês encontram outras informações sobre esta gripe.

Imagem de microscópio eletrônico do vírus da gripe A (H1N1)

Influenza A (H1N1)

Progressão, sintomas e tratamento
Assim como a gripe humana comum, a influenza A (H1N1) apresenta como sintomas febre repentina, fadiga, dores pelo corpo, tosse, coriza, dores de garganta e dificuldades respiratórias. Esse novo surto, aparentemente, também causa mais diarréia e vômitos que a gripe convencional.
De acordo com a OMS, os medicamentos antivirais oseltamivir e zanamivir, em testes iniciais mostraram-se efetivos contra o vírus H1N1.
Ter hábitos de higiene regulares, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença. Além disto, deve-se evitar o contato das mãos com olhos, nariz e boca depois de tocar em superfícies, usar lenços descartáveis ao tossir ou espirrar, evitar aglomerações e ambientes fechados e ter hábitos saudáveis como hidratação corporal, alimentação equilibrada e atividade física. Caso ocorra a contaminação, o paciente deve evitar sair de casa até cinco dias após o início dos sintomas, pois este é o período de transmissão da gripe A.
Algumas organizações religiosas também orientaram aos fiéis evitar abraços, apertos de mãos ou qualquer outro tipo de contato físico para impedir a dispersão do vírus durante os cultos religiosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do que viu aqui?
Deixe seu comentário.
Responderei assim que possível.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...